Grupo de jovens ataca prédio da polícia em Atenas

Jovens mascarados atacaram hoje a sede da polícia antidistúrbio em Atenas e também se confrontaram com a polícia em Tessalonica, cidade do norte grego. O país vive uma série de distúrbios após um policial matar um jovem. A polícia informou que 30 jovens lançaram bombas de petróleo e pedras no prédio, causando grandes danos em sete carros e em um ônibus policial estacionado nas proximidades. O edifício no centro da capital também é usado pela polícia de trânsito.Jovens também ocuparam um estúdio da televisão estatal NET e mostraram no ar cartazes convocando as pessoas a protestarem nas ruas. Em Tessalonica, cerca de 300 jovens confrontaram com a polícia antidistúrbio, que usou bombas de gás lacrimogêneo para conter os manifestantes.A instabilidade no país começou quando um policial matou o jovem Alexandros Grigoropoulos, de 15 anos, no dia 6, em Atenas. O que começou como um protesto pontual ganhou contornos mais amplos, e agora os manifestantes pedem a queda do governo conservador do primeiro-ministro Costas Karamanlis e também a melhoria nas condições de vida.O policial acusado pela morte do jovem está preso e responde por homicídio. Em um gesto simbólico, autoridades municipais prometem reacender uma grande árvore de Natal, ainda hoje, na praça Syntagma, no centro de Atenas. O local é um dos palcos dos protestos dos últimos dias. A árvore substituirá outra, queimada pelos manifestantes na semana passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.