Grupo de peregrinos xiitas é recebido a tiros

Atiradores desconhecidos abriram fogo ontem contra peregrinos xiitas em Bagdá, durante uma celebração religiosa considerada herética para os sunitas, deixando o saldo de sete mortos. Os tiros também provocaram pânico em meio aos milhares de fiéis que se dirigiam ao mausoléu do imã Moussa al-Kazem, no norte da capital. O túmulo é considerado um importante santuário xiita. Forças militares iraquianas intensificaram a segurança ao redor do santuário. Aparentemente, o grupo de peregrinos que foi alvo do ataque a tiros vinha das cidades do sul do Iraque, onde a população é predominantemente xiita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.