Grupo de sobreviventes chega a Fortaleza

O último grande grupo dos 56 brasileiros que estavam a bordo do Costa Concordia desembarcou ontem no aeroporto de Fortaleza, capital cearense. Dezessete dos 21 turistas do Estado que faziam o cruzeiro pertenciam a uma mesma família, que comemorava os 50 anos de casamento dos avós, Celeste Bezerra e Pedro Jorge Bezerra.

FORTALEZA, O Estado de S.Paulo

17 de janeiro de 2012 | 03h05

Parentes e amigos esperavam ansiosos o desembarque do grupo. "Não tem palavras para explicar o que a gente sente por saber que ela está chegando", declarou ao jornal de Fortaleza Diário do Nordeste a estudante Larissa Aragão, irmã de Lia Aragão, que tinha viajado com a família do namorado.

O primeiro grupo de brasileiros, 11 gaúchos, tinha desembarcado em Porto Alegre na madrugada de domingo. Ontem pela manhã, outro grupo de sobreviventes brasileiros havia desembarcado em Brasília. Entre eles estavam a repórter do Estado Alana Rizzo e seus pais.

Desde o choque do navio com o leito rochoso da costa, Alana relatou, via mensagem de texto, o drama dos mais de 4.200 passageiros e tripulantes do Costa Concordia. O documento de Autorização de Retorno ao Brasil (ARB) foi concedido aos turistas brasileiros em operação de emergência das missões diplomáticas do País em Milão e Roma. O comprovante emergencial permitiu o embarque dos brasileiros que tinham perdido seus passaportes no naufrágio.

Inicialmente, as autoridades haviam estabelecido em 53 - 46 turistas e 7 tripulantes - o número de brasileiros a bordo. O número foi revisto depois da constatação de que três brasileiros moradores nos EUA tinham sido registrados como americanos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.