Grupo exige que Twitter apague perfis de radicais

O grupo judaico Shurat HaDin exigiu em carta que o Twitter apague um perfil utilizado pelo grupo radical libanês Hezbollah. Ameaçando com um processo judicial, o comunicado também lista outras contas de extremistas a serem retiradas do ar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.