Grupo militante anuncia decapitação de marine

Um grupo militante anunciou hoje a decapitação de um fuzileiro naval americano seqüestrado no Iraque. O grupo Jaish Ansar al-Suuna disse que a vítima era o cabo Wassef Ali Hassoum, um militar de descendência libanesa.Seis dias atrás, a rede de televisão do Catar Al-Jazira difundiu imagens de um homem com os olhos vendados. O grupo ameaçava executá-lo caso todos os detidos "em cárceres da ocupação" não fossem libertados."Desejamos informar que um marine de descendência libanesa foi executado e que logo verão o filme com seus próprios olhos", afirma um comunicado publicado na Internet e assinado pelo chefe do grupo, Abu Abdula al-Hassan bin Mahmoud.O Exército dos EUA em Bagdá disse que está averiguando as informações e que, por este motivo, não comentaria o caso no momento.

Agencia Estado,

03 de julho de 2004 | 16h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.