Grupo pacifista dos EUA visita hospital iraquiano

Um grupo de pacifistas norte-americanos distribuiu hoje doações em um hospital de Bagdá e aproveitou para protestar contra as sanções da ONU e as ameaças do Estados Unidos contra o Iraque.A delegação, formada por sete membros do Vozes no Deserto, um grupo com base em Chicago que há muito tempo faz campanha contra as sanções, chegou a Bagdá no domingo com doações de antibióticos, vitaminas, remédios contra o câncer, seringas, luvas cirúrgicas e vários equipamentos médicos, tudo avaliado entre US$ 20 mil e US$ 30 mil.Enquanto distribuída as doações, o grupo levantava faixas onde se lia "Não à guerra contra o Iraque" e "Fim das sanções não das vidas" na ala pediátrica do Hospital Escola Saddam.A economia iraquiana foi esmagada pela guerra e pelas pesadas sanções impostas pela ONU devido à invasão do Iraque do Kuwait em 1990. As sanções não podem ser anuladas a menos que os inspetores da ONU certifiquem que o país não produz mais armas de destruição em massa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.