Grupo palestino assume autoria de explosão de carro

A Frente Popular pela Liberação da Palestina, uma facção radical do Organização pela Liberação da Palestina (OLP), se responsabilizou pela explosão de um carro, esta noite, no centro de Jerusalém. Ninguém saiu gravemente ferido. Três pessoas ficaram em estado de choque e uma teve ferimentos leves.A polícia informou que testemunhas viram dois homens pararem com o carro num estacionamento minutos antes da explosão. O estacionamento fica perto da Catedral Ortodoxo Russa, em uma rua repleta de restaurantes e casas noturnas.Os dois suspeitos deixaram o local da explosão em um segundo carro. A polícia está utilizando helicópteros para fazer buscas nas proximidades. O estacionamento fica perto de um distrito policial e da Corte de Justiça onde noves pessoas compareceram para prestar depoimentos diante do juiz sobre o desmoranamento do hall, na última quinta-feira, durante uma festa de casamento, que matou 24 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.