Grupo rebelde mata pelo menos 15 pessoas em Uganda

Rebeldes do Exército de Resistência do Senhor mataram pelo menos 15 pessoas em uma série de ataques contra aldeias nos arredores de Lira, região centro-norte de Uganda, informaram autoridades locais nesta terça-feira. Entretanto, o número de vítimas pode ser muito maior, alertaram fontes. O governador de Lira, Franco Ojur, disse que rebeldes armados com machados mataram 12 pessoas na aldeia de Araro na noite de segunda-feira. Quase simultaneamente, outro grupo ligado ao Exército de Resistência do Senhor matou mais três pessoas na aldeia de Akangi. Segundo a agência de notícias MISNA, ligada a missionários católicos e estabelecida em Roma, fontes ligadas ao governo local disseram que 53 pessoas morreram em ataques contra quatro aldeias na noite de segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.