Grupo suspeito de terrorismo é indiciado no Reino Unido

A polícia britânica indiciou nove homens suspeitos de conspiração para a prática de atentados a bomba no Reino Unido. Eles são parte de um grupo de 12 suspeitos detidos uma semana atrás durante ações policiais realizadas durante a madrugada em Londres, Cardiff e Stoke-on-Trent na região central da Inglaterra. Seus nomes não foram divulgados.

AE, Agência Estado

27 de dezembro de 2010 | 11h02

A polícia informou que outros três homens que haviam sido detidos foram libertados sem acusação formal. Já os nove suspeitos indiciados, cujas idades vão de 19 anos a 28 anos, devem comparecer ao tribunal de Magistrados de Westminster ainda hoje.

"Eu recomendei à polícia que os nove fossem indiciados por conspiração para realizar explosões e por se envolverem na preparação de atos de terrorismo ou auxiliar outra pessoa a cometer tais atos", disse Sue Hemming, chefe da Divisão de Contraterrorismo da Promotoria.

Segundo a polícia, o plano teve início em 1º de outubro e foi até 20 de dezembro, o dia das prisões. Os homens foram detidos num período de elevação da inquietação na Europa em razão de vários planos terroristas descobertos recentemente.

Integrantes das forças de segurança disseram que os homens são suspeitos de planejar um ataque terrorista de larga escala cujos alvos seriam pontos conhecidos e espaços públicos britânicos. Os homens foram detidos durante a maior operação de contraterrorismo realizada em dois anos. Pelo menos cinco dos presos têm origem em Bangladesh. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.