Grupo suspeito luta contra Índia pela Caxemira

Lashkar-i-Taiba (Exército dos Puros) luta contra domínio indiano na província de maioria muçulmana

, O Estado de S.Paulo

14 de julho de 2011 | 00h00

O grupo militante islâmico paquistanês Lashkar-i-Taiba (Exército dos Puros) luta contra o domínio indiano na província da Caxemira, de maioria muçulmana. Ilegal desde 2002, acredita-se que o grupo tenha ligação com o Taleban e a Al-Qaeda.

O Lashkar foi criado em nos anos 90 pelo combatente Hafiz Mohammad Saeed, com o apoio do serviço de inteligência paquistanês, que também se opõe à presença indiana na Caxemira.

Ficou conhecido depois do ataque ao Parlamento indiano, em 2001, que matou dez pessoas e quase levou os dois países a uma guerra. A Índia afirma que o grupo está envolvido nos atentados mais audaciosos realizados em seu território na última década.

O grupo, antes concentrado na Caxemira, já expandiu sua área de atuação para regiões tribais do Paquistão.

A Caxemira é disputada pela Índia e pelo Paquistão desde a chamada Partilha de 1947, após a independência dos dois países em relação à Grã-Bretanha. Desde 1989, dezenas de grupos de rebeldes separatistas islâmicos exigem a independência da região controlada pela Índia ou sua anexação ao Paquistão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.