Grupo xiita divulga vídeo de soldado seqüestrado em Bagdá

Um grupo de militantes xiitas divulgou um vídeo de um soldado americano nascido no Iraque que foi seqüestrado há quatro meses atrás enquanto visitava sua esposa em Bagdá, segundo informações de uma televisão dos EUA nesta quarta-feira.O governo americano ofereceu US$ 50 mil para o resgate de Ahmed Qusai al-Taayie, de 41 anos, que é tradutor do Exército americano na reserva de AnnArbor, em Michigan.Al-Taayie foi seqüestrado no dia 23 de outubro por homens armados que não foram identificados.O vídeo foi transmitido pela CNN e não mostra onde foi feita a gravação. Al-Taayie foi identificado por seu tio.A recompensa foi oferecida após uma operação de resgate ter fracassado na localização do paradeiro do tradutor.Entifadh Qanbar , tio de al-Taayie, disse que logo após o seqüestro foi pedido a quantia de US$250 mil para que soltassem o prisioneiro. O tio pediu então uma prova de que seu sobrinho estivesse vivo antes das negociações.Os militares americanos também informaram que nesta época havia um diálogo com os seqüestradores, mas não revelaram nomes.Al-Taayie nasceu no Iraque e se mudou para os Estados Unidos quando ainda era adolescente. Ele se alistou em dezembro de 2004 e foi enviado ao Iraque em novembro de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.