Grupos da oposição na Síria se unem contra Assad

Os dois principais grupos da oposição na Síria assinaram um acordo preliminar para a criação de uma democracia no país após uma eventual queda do presidente Bashar al-Assad. Até agora, esta é a iniciativa mais séria já tomada pela oposição contra o regime opressor de Assad.

AE-AP, Agência Estado

31 de dezembro de 2011 | 10h43

Representantes do Conselho Nacional Sírio (SNC, na sigla em inglês) e do Comitê de Coordenação Nacional para Mudança Democrática na Síria (NCB) disseram que o acordo foi assinado no Cairo na noite de ontem.

Hassan Abdul-Azim, do NCB, e Omar Idlibi, do SNC, disseram hoje que ambos os grupos concordam que o regime de Assad deve acabar e ser substituído por uma democracia. O levante na Síria começou em março, inspirado por outras revoltas populares no mundo árabe.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 5 mil pessoas morreram, como resultado da repressão do governo contra as manifestações. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
SíriaAssad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.