Grupos fazem marcha anti-islamismo na Dinamarca

Centenas de simpatizantes de extrema-direita participam neste sábado de uma marcha na Dinamarca contra o que chamam de "islamização" da Europa, começando com um momento de silêncio pelas sete vítimas de um atirador inspirado na Al-Qaeda na França.

AE, Agência Estado

31 de março de 2012 | 10h36

O "Encontro Europeu contra Jihad" foi organizado pela Liga Dinamarquesa de Defesa, um movimento anti-islâmico que alega não ter laços com o neonazismo. A marcha atraiu participantes de vários países europeus, incluindo Grã-Bretanha, Alemanha, Polônia e Suécia.

A manifestação acontece em Aarhus, segunda maior cidade da Dinamarca, localizada 200 quilômetros ao noroeste de Copenhagen, onde ocorre a reunião dos ministros de Finanças dos 17 países da zona do Euro, o Eurogrupo.

O porta-voz da polícia local, Georg Husted, afirmou que 300 pessoas participam do protesto. Perto dali, um grupo muito maior - cerca de 2.500 pessoas - marcharam em uma contramanifestação, sob a bandeira "Aarhus para Diversidade." As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Dinamarcamarchaanti-islamismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.