Grupos preparam-se para o fim do mundo

Alguns se recolheram para rezar por perdão enquanto esperavam pelo fim do mundo. Outros, debulhados em lágrimas, se reuniram com seus filhos e se preparavam para deixar suas casas e animais domésticos para trás enquanto aguardavam para partir para o céu. Em vários lugares do mundo, seguidores de igrejas protestantes e neo fundamentalistas da Califórnia preconizavam este sábado como sendo o Dia do Julgamento previsto na Bíblia, no Alcorão e no Torá.

AE, Agência Estado

21 de maio de 2011 | 12h16

A mensagem do Dia do Julgamento foi disseminada para várias partes do globo por sites da internet e outros meios de divulgação por Harold Camping, um engenheiro civil aposentado de 89 anos que construiu um empreendimento de milhões de dólares sem fins lucrativos com base em suas previsões apocalípticas.

Após meses em viagens pelo país para divulgação do Dia do Julgamento e distribuição de panfletos com trechos da Bíblia, Michael Garcia, um dos seguidores de Camping, pretendia passar a sexta-feira à noite com sua família em sua casa em Alameda, perto da sede do império midiático cristão de Oakland. Eles acreditam que o fim do mundo, provavelmente, vai começar às 18 horas nos diversos fusos horários do mundo.

"Nós sabemos que o fim vai começar na Nova Zelândia e seguirá o sol", disse Garcia,de 39 anos e pai de seis crianças. "É por isso que Deus criou toda a tecnologia e os satélites para que todos possam vê-lo acontecer ao mesmo tempo."

As reações na internet eram intensas após as 18 horas na Nova Zelândia. "A previsão de Harold Camping de que o dia 21 de maio era o Dia do Julgamento fracassou. Não há nenhum terremoto na Nova Zelândia". Este era um dos comentários postados no Twitter.

"Se esse fato do fim do mundo ainda está rolando...já são mais de 18 horas na Nova Zelândia e o mundo não acabou", escreveu uma outra pessoa no Twitter.

As estações de rádio, canais de TV, transmissões de satélite e o website de Camping são controlados de um prédio humilde construído na rua que leva para o Aeroporto Internacional de Oakland, localizado entre uma loja de carros e um centro de quiromancia. A mensagem da Rádio da Família é transmitida em 61 línguas.

Camping está esperando o retorno de Jesus Cristo pela segunda vez. Ele disse que a sua previsão apocalíptica de 1994 deu errado por um erro matemático. "Não estou constrangido por causa disso. É que a ocasião foi prematura", disse. Mas desta vez, afirmou, "não há nenhuma chance de que não vá acontecer".

Céticos estão planejando festas temáticas para celebrar o que os anfitriões acreditam que será o fracasso do fim do mundo. Bares e restaurantes de Melbourne, na Austrália, até Flórida Keys faziam divulgação de eventos alusivos ao fracasso das previsões apocalípticas. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.