AFP
AFP

Guarda Costeira da Itália resgata mais de 350 imigrantes no mar

Operação ocorre um dia depois de ao menos 25 pessoas que estavam em um barco vindo da Líbia morrerem em um naufrágio

O Estado de S. Paulo

06 de agosto de 2015 | 10h18

ROMA - A Guarda Costeira da Itália resgatou nesta quinta-feira, 6, 381 imigrantes, entre eles 55 mulheres e 26 crianças, que viajavam em um barco que partiu da costa da Líbia.

A operação de salvamento foi realizada pela embarcação Fiorillo da Guarda-Costeira italiana. O barco dos imigrantes naufragou em seguida. Os resgatados são em sua maioria de nacionalidade síria, bengali e subsaariana, informou a imprensa local.

O resgate dos imigrantes ocorreu a cerca de 48 quilômetros ao norte do litoral da Líbia, perto da área onde, na quarta-feira, pelo menos 25 imigrantes morreram após o naufrágio da embarcação em que estavam.

A Fiorillo estava na região para procurar possíveis desaparecidos da tragédia de quarta. Na ocasião, a embarcação em que os centenas de imigrantes estavam tombou.

As boas condições meteorológicas favorecem o fluxo de imigração procedente do litoral norte-africano rumo à Itália, ponte natural com o continente europeu. /EFE

Na Alemanha:

Tudo o que sabemos sobre:
ItáliaimigraçãoEuropa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.