Guarda Costeira da Líbia resgata 84 imigrantes africanos

Embarcação parou de funcionar perto do país africano; país está entre as principais rotas utilizada pelos imigrantes ilegais

O Estado de S. Paulo,

31 de outubro de 2013 | 17h49

TRÍPOLI - A Guarda Costeira da Líbia resgatou 84 imigrantes ilegais perto de Trípoli nesta quinta-feira, 31, informou o porta-voz da Marinha, Ayub Belkasem.

De acordo com Belkasem, os imigrantes eram de diferentes nacionalidades subsaarianas e não portavam documentos. A embarcação na qual tentariam chegar à Europa enguiçou perto da Líbia.

O porta-voz afirmou que as todos os resgatados estavam em boas condições de saúde e que foram levadas ao porto de Al Zawia, a 50 quilômetros ao oeste da capital líbia. Eles foram entregues às autoridades responsáveis pela luta contra a imigração ilegal.

A fraqueza das forças de segurança e a incapacidade do Governo para impor sua autoridade, aliadas aos mais de 1700 km de fronteiras marítimas da Líbia, transformaram o país em uma das principais passagens para os imigrantes que tentam chegar à Europa.

Recentemente, Belkasem disse à agência EFE que durante o verão cerca de 400 imigrantes ilegais cruzam a fronteira líbia diariamente. / EFE

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiaEuropaImigrante

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.