Guarda Nacional enfrenta camelôs na Venezuela

Policiais e soldados da Guarda Nacional venezuelana usaram gás lacrimogêneo e balas de borracha contra uma multidão de camelôs enfurecidos na capital nesta quarta-feira, enquanto as autoridades tentavam remover os ambulantes de locais onde estão proibidos de atuar. Os vendedores jogavam pedras contra os policiais e atearam fogo a pilhas de lixo. Outros fizeram barricadas nas ruas."A polícia usou força bruta contra a gente, e alguns levaram nossa mercadoria", disse Manuel Gomez, um jovem que cobria o rosto com uma camiseta para escapar do gás. "Temos o direito de trabalhar".Não há um número oficial de feridos, mas um repórter da Associated Press, disse ter visto pelo menos três pessoas atingidas por balas de borracha. Um homem mostrou a camisa rasgada e uma ferida no braço que, afirmou, foi causada por uma dessas balas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.