Guardas tinham ''''licença para matar''''

Guardas de fronteira da Alemanha Oriental tinham ordens explícitas para matar quem tentasse cruzar o Muro de Berlim e fugir para o lado Ocidental durante a Guerra Fria (1947-1991). A informação está num documento de 1973 recém-descoberto nos arquivos da Stasi, a polícia secreta da Alemanha comunista, que sempre negou a existência dessa ordem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.