Guerra ao Iraque pode decidir eleições nos EUA

A reação da população norte-americana a uma guerra contra o Iraque varia de acordo com as circunstâncias, afirma nova pesquisa de opinião, segundo a qual o assunto poderia ter influência imprevisível nas eleições do próximo mês nos Estados Unidos.Pouco mais da metade dos entrevistados, 53% dos que responderam à pesquisa encomendada ao Instituto Gallup pela rede CNN e pelo jornal USA Today afirmaram ser favoráveis à invasão do Iraque por tropas terrestres dos EUA, numa tentativa de remover Saddam Hussein do poder, enquanto 40% foram contrários à medida.O apoio esteve abaixo dos 74% registrados em novembro último e dos 61% em junho. Os entrevistados desta vez estavam ainda mais divididos em relação a se os EUA esgotaram as vias diplomáticas para resolver a situação com o Iraque.A pesquisa sugeriu que o apoio à uma invasão cresceria se a administração Bush fosse adiante, mesmo entre alguns que não pensam ser essa uma boa idéia. Quase a metade, 47%, disseram que os EUA deveriam invadir o Iraque. Vinte e sete por cento disseram que apoiariam tal decisão mesmo não acreditando que ela seja uma boa idéia.O apoio à invasão cai sensivelmente quando a pergunta inclui o alto número de vítimas. Se causasse 100 vítimas, 50% seriam a favor e 42% seriam contra. Se provocasse mil vítimas, 51% seriam a favor e 43% seriam contra. Se causasse 5 mil vítimas, 57% seriam favoráveis e 40% seriam contrários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.