Guerra civil já matou mais de 20 mil, diz líder rebelde

Mais de 20 mil pessoas foram mortas no confronto de seis meses para depor o líder da Líbia, Muamar Kadafi, afirmou o líder rebelde Mustafa Abdel Jalil nesta quinta-feira. "Eu não tenho o número exato, mas o conflito armado já deixou mais de 20 mil mortos", afirmou Abdel Jalil, chefe do Conselho Nacional de Transição (CNT).

AE, Agência Estado

25 de agosto de 2011 | 13h21

Questionado sobre a possível presença de armas químicas no país, ele disse que não há nada a temer. "Como ex-membro do regime [de Kadafi], sei muito bem que aquelas armas já perderam a validade", afirmou o líder rebelde. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Líbiaviolênciamortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.