Guerras civis castigam país africano há meio século

Antigo domínio de britânicos e egípcios, o Sudão vive conflitos internos desde os anos 50. Até 1972, a primeira guerra civil opôs norte e sul por duas décadas. Em 1983, a decisão de transformar o país em Estado árabe deu início a uma segunda guerra. O embate em Darfur, no oeste, surgiu em 2003. Dois grupos não-árabes tomaram armas, alegando discriminação do regime islâmico. Em resposta, a milícia Janjaweed (diabos montados em cavalos), com o respaldo do regime sudanês, atacou cidades habitadas por tribos africanas zaghawa, masalit, e fur. Os janjaweeds são acusados de milhares de assassinatos, além de levar adiante uma limpeza étnica, estuprando mulheres de Darfur para que tivessem filhos árabes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.