Guerreiros afegãos iniciam "ataque final" a Tora Bora

Guerreiros tribais do leste do Afeganistão lançaram, hoje, o que estão chamando de "ataque final" às forças da rede terrorista Al-Qaeda. No sul do país, diversos fuzileiros americanos foram feridos em uma explosão no aeroporto de Kandahar. Por todo o Afeganistão, civis e combatentes foram às mesquitas para celebrar o mais importante feriado islâmico, o Eid al-Fitr. Os mulás pediram paz em suas orações.O capitão David Romley disse que diversos fuzileiros foram feridos numa explosão no extremo sul da pista do aeroporto de Kandahar, uma área que estava sendo verificada em busca de minas e armadilhas. Romley não pôde informar o número exato de feridos, seus nomes ou a gravidade dos ferimentos.Na Cordilheira Branca de Tora Bora, a aliança de tribos do leste marchou por dois vales para lançar um ataque pelos dois flancos à área onde os combatentes da Al-Qaeda estão escondidos. "Vamos tentar acabar com eles", disse o comandante Hazrat Ali. A única via de retirada da Al-Qaeda seria através de uma densa floresta, mas bombardeiros americanos estão derramando bombas incendiárias sobre as árvores.Muitos membros da Al-Qaeda queixaram-se por rádio de que estariam tentando se render, mas que os bombardeios impediam que saíssem das montanhas. "Eles reclamam de que sempre que tentam se render, os americanos os bombardeiam", disse o comandante da aliança do leste Atiqullah Rachan. Mas outros comandantes são da opinião de que o grupo terrorista está ganhando tempo. "Eles não quiseram se render, então vamos lutar", disse Mohammed Aman Khairi.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.