Guerrilha anuncia substituto de 'Mono Jojoy'

BOGOTÁ

, O Estado de S.Paulo

28 de setembro de 2010 | 00h00

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) admitiram ontem a morte do chefe militar do grupo guerrilheiro, Jorge Briceño, conhecido como "Mono Jojoy", em uma operação do Exército colombiano na semana passada. O grupo designou Félix Antonio Muñoz, conhecido como "Pastor Alape", como substituto do número 2 das Farc.

"Pastor Alape" é considerado pelos Estados Unidos como um dos principais responsáveis pelo tráfico de cocaína no centro da Colômbia. O governo americano oferece US$ 2,5 milhões pela captura do guerrilheiro.

Em comunicado, as Farc ainda anunciaram que a região comandada até a semana passada por "Mono Jojoy" terá seu nome alterado de Bloco Oriental para Bloco Comandante Jorge Briceño, em homenagem ao líder guerrilheiro morto. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.