Guerrilha colombiana anuncia libertação de 250 policiais

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) anunciaram hoje que libertarão na próxima semana mais de 250 policiais e militares que mantêm em seu poder. O anúncio foi feito após concluir no final de semana a segunda fase do acordo humanitário acertado com o governo, que permitiu a libertação de 55 militares e policiais em troca de 11 rebeldes libertados pelo governo. "As Farc - Exército do Povo, em outra demonstração de sua disposição para a paz tomaram a decisão unilateral de libertar mais de 250 policiais e militares prisioneiros de guerra capturados em combate", disse um comunicado lido pelo porta-voz rebelde Raúl Reyes à cadeia de rádio RCN. A entrega dos reféns, que as Farc qualificam como "ato humanitário", será efetuada em 28 de junho, perante o presidente Andrés Pastrana ou um seu representante.Pastrana, que esteve hoje presente a uma cerimônia militar, saudou o anúncio e o recente acordo humanitário. "Quero ressaltar o anúncio feito esta manhã da libertação, pelas Farc, de mais de 250 policiais e militares, assim os colombianos vêem que a paz está avançando, que os acordos são possíveis, e sobretudo que a paz é possível", disse o mandatário. Os rebeldes estenderam o convite para presenciar o ato à comunidade internacional, em especial aos países que participam do processo de pacificação como facilitadores das negociações.As Farc também sugerem a presença de organizações humanitárias, dos familiares dos retidos e da cúpula militar. "Estamos certos de que o país e o mundo veriam a presença dos comandantes das forças militares e da polícia na cerimônia de entrega como um ato de grandeza", prossegue o texto. A guerrilha informou que em 22 de junho acertará com o diretor do Comitê Internacional da Cruz Vermelha na Colômbia, Georges Comninos, a logística da libertação maciça que se realizará na zona de distensão que está sob controle dos rebeldes, no sul do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.