Guerrilha colombiana destrói helicóptero dos EUA

Um helicóptero militar norte-americano foi destruído na semana passada em uma ação dos guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em Caquetá, no sul do país. O helicóptero, um UH-1N "Huey", foi forçado a pousar depois de ter sido atingido por rajadas de metralhadora. Outro helicóptero norte-americano, um Blackhawk, recolheu os tripulantes e deixou um grupo de soldados e policiais colombianos vigiando a aeronave abatida. Os guerrilheiros atacaram, matando cinco policiais e ferindo três soldados, e os militares colombianos destruíram o helicóptero para evitar que ele caísse em poder da guerrilha. Embora pertencente ao Departamento de Estado, o helicóptero atingido era pilotado por um funcionário da empresa norte-americana Dyn Corp, sediada em Ralston (Virgínia), que serve de fachada para as operações da CIA na Colômbia. Segundo o coronel Carlos Rivera, vice-diretor da polícia colombiana, nenhum cidadão norte-americano participou diretamente do combate.

Agencia Estado,

24 Janeiro 2002 | 17h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.