Guerrilha dinamita dois poços de petróleo perto de Grozni

A guerrilha separatista dinamitou neste sábado dois poços de petróleo perto da capital da Chechênia, Grozni, informou o comando das tropas russas na cidade. Um porta-voz do comando militar disse à agência Interfax que as detonações que destruíram as torres petrolíferas de ambos os poços foram provocadas por artefatos de fabricação caseira, e que em um terceiro poço foi achada outra bomba, que não explodiu. O Ministério do Interior checheno informou que as explosões, que não deixaram feridos, ocorreram às 5h30 (hora local) e que uma delas deixou em chamas o petróleo que brota do poço. Equipes de bombeiros e do Ministério de Situações de Emergência se deslocaram para o local do ataque para conter o incêndio e limpar o petróleo derramado. Embora Moscou tenha dado por terminada a guerra contra os separatistas chechenos e os extremistas islâmicos, o Ministério da Defesa russo reconheceu recentemente que a resistência na república voltou a se intensificar. Altos membros do Exército russo admitiram que nas montanhas chechenas se escondem pelo menos 700 guerrilheiros ativos, que operam em pequenos grupos, dedicam-se à atividade subversiva e contam com o apoio da população civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.