Guerrilha diz estar pronta para trégua no Sri Lanka

Os rebeldes da etnia tâmil enviaram uma carta para as Nações Unidas na qual afirmam que estão dispostos a fechar um acordo de cessar-fogo com o governo do Sri Lanka. Mas os insurgentes recusaram-se a depor armas durante o processo de negociação. O documento também foi enviada para os governo da Grã Bretanha, Japão, Noruega e Estados Unidos. Na carta, o líder do grupo Tigres Tâmil, Balasingham Nadesan, afirma que ?nós estamos prontos para discutir, cooperar e trabalhar nos esforços para trazer um imediato cessar-fogo?. Os rebeldes sofreram um número sem precedentes de baixas nos últimos meses e perdendo a maior parte de suas posições para as forças do governo. Os rebeldes encontram-se encurralados em uma estreita faixa de terra no nordeste do Sri Lanka.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.