Guerrilha quer Estado comunista no México

A guerrilha Exército Popular Revolucionário (EPR), de inspiração marxista, foi criada em 1996 como braço armado do Partido Democrático Popular Revolucionário (PDPR). Seu objetivo era lutar contra a "opressão do povo pelas elites" e criar um Estado comunista no México. Durante a década de 90, o grupo realizou uma série de atentados no sul do país, principalmente nos Estados de Guerrero, Oaxaca e Chiapas (onde também atua o Exército Zapatista de Libertação Nacional). Nos últimos anos, porém, havia saído de cena por causa de divergências internas entre facções. Os atentados contra os dutos da Pemex, em julho, marcaram seu retorno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.