Jessica Taylor/UK Parliament via AFP
Jessica Taylor/UK Parliament via AFP

Guia para entender as festas que podem derrubar Boris Johnson

De 'traga sua bebida' a 'especial' Abba, uma lista de eventos que 'não deveriam ter ocorrido', de acordo com relatório

Jennifer Hassan e Karla Adam, The Washington Post, O Estado de S.Paulo

03 de fevereiro de 2022 | 15h00

LONDRES - Um relatório independente sobre a realização de festas durante a pandemia na residência oficial do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, indicou falhas graves de conduta e desrespeito aos padrões éticos que se esperam de membros do governo. Chamado de "relatório Sue Gray", o texto foi tornado público nesta segunda-feira, 31, e amplia a pressão pela renúncia de Johnson, que é criticado tanto pela oposição quanto por membros de seu próprio partido. 

No total, o relatório listou 16 reuniões, 12 das quais serão investigadas pela Polícia Metropolitana de Londres por possíveis violações criminais. Aqui está um guia para os eventos:

Queijo e vinho no jardim

O The Guardian publicou uma fotografia de uma “festa de vinho e queijo” que aconteceu no jardim de Downing Street em 15 de maio de 2020, quando reuniões de mais de duas pessoas estavam proibidas em locais públicos ao ar livre. Visíveis na foto estão o primeiro-ministro, sua esposa, 17 funcionários e garrafas de vinho. Downing Street disse que os funcionários estavam discutindo assuntos de trabalho.

Embora a fotografia tenha atraído muita atenção, este encontro não está entre os 12 investigados pelos policiais.

Festa "Traga sua própria bebida"

O secretário particular de Johnson, Martin Reynolds, enviou um e-mail a dezenas de funcionários, incentivando-os a “trazer sua própria bebida” para uma festa em 20 de maio de 2020 – época em que os britânicos estavam proibidos por lei de se reunir com mais de uma pessoa de fora de sua "bolha".

Johnson admitiu participar da reunião ao ar livre “por 25 minutos”.

“Em retrospectiva, eu deveria ter enviado todos de volta para dentro e deveria ter encontrado outra maneira de agradecê-los”, disse o primeiro-ministro.

Aniversário de Johnson

A ITV News informou que a esposa de Johnson, Carrie, ajudou a organizar uma festa surpresa com a presença de cerca de 30 pessoas na tarde de 19 de junho de 2020 para celebrar o aniversário do primeiro-ministro. Os convidados cantaram “Parabéns a você” enquanto Johnson era presenteado com um bolo. Naquela mesma noite, disse a emissora, familiares e amigos se reuniram dentro da residência de Johnson.

Um porta-voz de Downing Street disse ao The Washington Post que os membros da equipe “se reuniram brevemente na Sala do Gabinete após uma reunião para desejar feliz aniversário ao primeiro-ministro. Ele ficou lá por menos de 10 minutos.” O porta-voz disse que Johnson recebeu um pequeno número de familiares do lado de fora naquela noite.

Festa com tema Abba na Downing Street

A mídia britânica informou na terça-feira que Johnson estava presente em uma festa com tema do Abba que aconteceu em sua residência em Downing Street, onde os convidados tocaram The Winner Takes It All.

A reunião foi supostamente realizada pela esposa de Johnson, Carrie, e seus amigos para comemorar a saída do principal conselheiro Dominic Cummings, informou o Telegraph. A reunião foi realizada em 13 de novembro de 2020, no mesmo dia em que Cummings foi expulso de seu cargo no governo. Londres estava sob restrições de Nível 3 na época, impedindo que as famílias se misturassem em ambientes fechados.

Questionado no ano passado se confirmaria uma festa nessa data, Johnson disse ao Parlamento: “Não, mas tenho certeza de que, aconteça o que acontecer, a orientação foi seguida e as regras foram seguidas o tempo todo”.

Bebidas improvisadas dentro de um escritório do governo

Os funcionários beberam em 25 de novembro de 2020 para comemorar a revisão de gastos do chanceler Rishi Sunak. Um porta-voz do Tesouro disse que um “pequeno número” de funcionários comemorou em suas mesas. Os bares da cidade estavam fechados na época por causa dos regulamentos anti-covid.

Uma festa de despedida

Em 27 de novembro de 2020, Johnson comentou sobre o quão lotada estava a sala dentro de Downing Street antes de fazer um discurso no que o Guardian descreveu como uma celebração improvisada de despedida para a assessora Cleo Watson.

A polícia descartou essa reunião de sua investigação de possíveis violações criminais.

Bebidas e canapés no Departamento de Educação

O Departamento de Educação admitiu ter realizado uma festa de Natal em 10 de dezembro de 2020, com funcionários se reunindo para tomar bebidas e canapés dentro do prédio depois do trabalho – apesar da proibição de reuniões entre diferentes famílias.

“A reunião foi usada para agradecer a esses funcionários por seus esforços durante a pandemia”, disse uma porta-voz, acrescentando que, em retrospectiva, teria sido “melhor não ter se reunido dessa maneira naquele momento específico”.

A polícia determinou que este evento não justifica uma investigação mais aprofundada.

'Hora do vinho às sextas'

O Mirror informou que a equipe de Downing Street realizou recorrentes “sextas-feiras de vinho” durante a pandemia, com funcionários se revezando para ir ao supermercado. O tabloide publicou uma foto do que dizia ser uma geladeira de vinho com 34 garrafas sendo entregue pela porta dos fundos do prédio em 11 de dezembro de 2020.

Chapéus de festa e álcool em outra celebração de Natal

Funcionários de Downing Street estariam entre os participantes de uma festa de 14 de dezembro de 2020 na sede do Partido Conservador. A festa supostamente incluía dançar até de madrugada, apesar das restrições de Nível 2 em Londres. O ex-candidato a prefeito de Londres Shaun Bailey pediu desculpas depois que uma foto surgiu e renunciou ao cargo de presidente do comitê de policiamento e crime da Assembleia de Londres.

Um quiz de Natal

Em 15 de dezembro de 2020, Downing Street organizou um quiz de Natal para funcionários. Uma foto publicada pelo Mirror mostrava o primeiro-ministro dentro do número 10 lendo perguntas ao lado de um assessor envolto em enfeites e outro usando um chapéu de Papai Noel. Na época, reuniões entre diferentes famílias estavam proibidas.

Downing Street disse que Johnson “participou virtualmente” para agradecer aos funcionários por seu trabalho durante a crise de saúde. A polícia não está investigando este evento.

Bebendo e dançando no Departamento de Transportes

A equipe do Departamento de Transportes bebeu e dançou depois do trabalho em 16 de dezembro de 2020, quando Londres foi colocada sob “alerta muito alto” e forçada a restrições de Nível 3. O departamento pediu desculpas pelo evento “inapropriado” e pelo “erro de julgamento” de sua equipe.

Festas de gabinete

Em 17 de dezembro de 2020, enquanto o Reino Unido estava em confinamento, membros da equipe do Gabinete se reuniram para se despedir de Kate Josephs, uma ex-funcionária pública sênior que liderou a força-tarefa de coronavírus do governo. Josephs já se desculpou.

Em uma reunião separada no mesmo dia, funcionários do secretário de gabinete Simon Case participaram de um evento intitulado “Festa de Natal”. Um porta-voz do governo disse que era um “quiz virtual” e que Case não participou, mas caminhou pelo escritório. Quando surgiram relatos da reunião, Case deixou de liderar uma investigação sobre os partidos de Downing Street.

O relatório Gray observou que a polícia está investigando uma reunião em Downing Street em 17 de dezembro de 2020, que supostamente foi realizada para comemorar a saída de um funcionário do governo.

Festa de Natal da Downing Street

Em 18 de dezembro de 2020, funcionários de Downing Street supostamente se reuniram para trocar presentes, beber vinho e comer queijo em um evento que quebrou as regras em vigor no país. Allegra Stratton, então secretária de imprensa do primeiro-ministro que fez brincadeiras sob o evento, renunciou em lágrimas no mês passado. 

Festa de despedida para um conselheiro de defesa

O Mirror afirma que Johnson fez um discurso em um evento de despedida de seu então conselheiro de defesa, Steve Higham, pouco antes do Natal de 2020. Johnson supostamente estava “lá por alguns minutos para agradecê-lo por seu serviço”, segundo o relatório. O Ministério da Defesa não quis comentar.

Festa 'abastecida por prosecco' pós-Natal

O relatório de Gray – que por causa da investigação policial em andamento incluiu poucos detalhes – revelou que um evento ocorreu na 10 Downing Street em 14 de janeiro de 2021, “na partida de dois secretários particulares”.

Em um artigo posterior, o The Guardian apelidou a festa de “uma saída movida a prosecco” e disse que Johnson fez um discurso e permaneceu no evento por cerca de cinco minutos. O evento foi realizado durante o terceiro lockdown do Reino Unido, que confinou os cidadãos em suas casas.

Festas durante o luto

Na véspera do funeral do príncipe Philip, em 16 de abril, funcionários realizaram duas festas para colegas que partiram em Downing Street. No dia seguinte, a rainha Elizabeth II foi fotografada de luto sozinha, porque estava cumprindo as restrições de coronavírus impostas pelo governo de Johnson.

Downing Street pediu desculpas ao Palácio de Buckingham pelos eventos “profundamente lamentáveis” que ocorreram em meio ao “luto nacional” e durante um período em que reuniões estavam proibidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.