AP Photo/Frank Kuin
AP Photo/Frank Kuin

Guindaste desaba e deixa quatro mortos em Seattle

Guindaste cedeu durante tempestade com rajadas de vento do topo de um prédio no novo câmpus do Google

Redação, Estadao Conteudo

28 de abril de 2019 | 17h30

Um guindaste caiu do topo de um prédio no novo câmpus do Google em Seattle na tarde de sábado, 27, atingindo pessoas e carros na Mercer Street, uma das ruas mais movimentadas de Seattle. Quatro pessoas morreram, informaram os bombeiros. Ao menos oito ficaram feridas; três delas precisaram ser levadas para o hospital. O guindaste de construção cedeu durante uma tempestade com rajadas de vento.

Autoridades da Seattle Pacific University afirmaram que uma de suas estudantes morreu quando o carro em que estava foi atingido pela estrutura. Sarah Wong pretendia se formar em enfermagem e vivia no câmpus.

Dois trabalhadores da obra também morreram. Não havia informações sobre a quarta vítima.

Tim Church, porta-voz do Departamento de Trabalho e Indústrias de Washington, disse que a agência abriu formalmente uma investigação sobre quatro empresas - a GLY, a Northwest Tower Crane Service Inc., a Omega Rigging e a Machinery Moving Inc. e a Morrow Equipment Co. LLC. Church disse não saber onde as empresas estão sediadas. Investigadores do Estado de Washington estiveram no local.

Dos feridos, um homem de 28 anos continuava internado no hospital Harborview Medical Center e seu quadro era estável. Uma mãe e seu bebê já foram liberados do hospital no sábado e uma quarta pessoa foi tratada no local e teve alta. Os nomes das outras vítimas devem ser divulgados na segunda-feira, 29.

Church disse que o guindaste estava sendo desmontado quando caiu do prédio. Segundo ele, a investigação sobre o acidente provavelmente levará meses. Um trecho da Mercer Street permaneceu fechado neste domingo, 28. / AP 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.