Gul defende uso do véu islâmico

O candidato do governo turco à presidência, Abdullah Gul, defendeu o direito de sua mulher, Hayrunisa, de usar o véu islâmico, afirmando que esse é um direito garantido pela Constituição. Gul, islâmico moderado, é visto com uma ameaça às tradições laicas da Turquia pela elite e pelo Exército. O Partido Republicano, da oposição, afirmou que boicotará a eleição de Gul no Parlamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.