'Há imigrantes demais no país', diz Sarkozy

O presidente da França e candidato à reeleição, Nicolas Sarkozy, afirmou ontem à TV que o número de imigrantes em seu país é excessivo. "Temos estrangeiros demais em nosso território", disse o francês, afirmando que o sistema de integração dos imigrantes na França tem trabalhado de maneira menos efetiva. Sarkozy defendia a promessa de diminuir de 180 mil para 100 mil o número anual de chegadas de imigrantes. Segundo ele, estrangeiros deveriam permanecer ao menos dez anos no país antes de obter benefícios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.