Habitante de Missouri confessa ter matado sete pessoas

O habitante de Missouri, nos Estados Unidos, recebeu, nesta segunda-feira, acusações formais. Michael Lee Shaver Jr., de 33 anos, é acusado de homicídio em primeiro grau e ação criminosa com arma de fogo referente ao assassinato que cometeu em 2001. Shaver confessou a investigadores, depois de ser preso, que matou, com tiros, mais sete pessoas em sua casa durante transações de substâncias ilícitas com o objetivo de "ficar com todo o dinheiro e com todas as drogas", informou o Chuck Stocking, chefe do departamento policial do condado de Cass.Shaver afirmou que depois de matar os homens, todos com idades entre 20 e 40 anos e vindos de Kansas, ele esquartejou os corpos, queimou as partes na lareira do seu quarto e depois usou um martelo para esmagar ossos grandes e crânios, espalhando os restos de ossos no quintal. Investigadores encontraram fragmentos de ossos de apenas duas pessoas no quintal de Shaver, no último sábado. Autoridades especulam que ele possa estar mentindo sobre o número de vítimas. "Ele pode dizer que matou 50, mas temos que provar que ele realmente o fez", disse Chuck Stocking. Shaver foi preso na sexta-feira depois que ele e outro homem, Nathan Wasmer, de 27 anos, sofreram um acidente de carro. Os dois, segundo Stocking, tentaram fazer uma mulher de refém para conseguirem escapar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.