Hackers colocam bandeira dos EUA no site da Al-Jazira

Piratas de computador invadiram o site em inglês da rede de TV Al-Jazira na Internet, colocaram uma bandeira dos Estados Unidos e a mensagem "deixem a liberdade de manifestar". Os hackers, autodenominados "Milícia Força Cibernética da Liberdade", desviaram o tráfego da Internet destinado à página da Al-Jazira para uma página diferente, operada pela Networld Connections Inc., um provedor de acesso à Internet de Salt Lake City.A técnica, conhecida como "envenenamento de DNS", engana os servidores de domínios na Internet e é relativamente difícil de ser combatida. Na página que substituiu a da Al-Jazira foram colocadas frases como "Deus abençoe nossas tropas", assinadas por um autodescrito "Patriota". Não havia resposta para um endereço de e-mail colocado na página.Em Madri, a página do partido governista espanhol foi tirada do ar após uma avalanche de e-mails em protesto contra a guerra ao Iraque.O site recebeu mais de 100.000 mensagens praticamente na mesma hora, comentou Juan Manuel Moreno, diretor de nova tecnologia do Partido Popular, do primeiro-ministro José María Aznar.O ataque virtual foi anunciado há alguns dias por um site antiguerra chamado www.noalaguerra.com e o partido tentou se precaver, mas não conseguiu, admitiu Moreno. "Este é um ataque contra a liberdade de expressão de um partido democraticamente eleito", reclamou. Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.