Hackers pró-Turquia atacam site de deputada

O site da deputada do partido governista francês que propôs o texto que transformará em crime a negação do genocídio armênio de 1915 foi pirateado ontem por ativistas pró-Turquia, que denunciaram o caráter eleitoreiro da lei.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.