Hagel adverte contra cortes orçamentários em Defesa

O secretário de Defesa dos EUA, Chuck Hagel, disse que o plano de reduzir o Orçamento de Defesa nos EUA em cerca de US$ 1 trilhão ao longo de dez anos é grande e abrupto demais. Segundo a autoridade, a medida prejudicará de maneira perigosa o poder militar norte-americano.

AE, Agência Estado

05 de novembro de 2013 | 13h44

Em um discurso sobre as prioridades de Defesa nos EUA, Hagel afirmou nesta terça-feira que será um erro deixar que estes cortes de gastos aconteçam. Contudo, ele também disse que os oficiais não acreditam que a crise orçamentária do governo dos EUA será resolvida em breve.

Uma possível consequência, segundo Hagel, é que uma grande parte do Exército perderá sua vantagem em campos de batalha. Como resultado, a medida inevitavelmente fará com que algumas forças militares fiquem menos preparadas para agir. Segundo Hagel, este tipo de cenário significa que, em uma crise, o presidente terá menos opções para proteger os interesses de segurança do país. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
euadefesahagel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.