Hague: não há decisão sobre armar rebeldes na Síria

O ministro britânico das relações exteriores, William Hague, disse neste sábado que seu governo não tomou "nenhuma decisão" sobre fornecer armas aos rebeldes sírios, pouco antes da abertura da reunião do grupo Amigos da Síria, que deverá discutir a ajuda militar.

AE, Agência Estado

22 Junho 2013 | 10h32

"Sobre a questão muito debatida de saber se devemos dar ajuda letal de qualquer tipo para a oposição síria, a posição continua a mesma, de que não tomamos nenhuma decisão de fazer isso", disse ele a jornalistas na capital do Catar, Doha. Hague disse que tal decisão teria que ser debatida no parlamento.

Ele disse que os principais objetivos da Grã-Bretanha continuam ser de "oferecer mais ajuda humanitária" e "promover uma solução política". "No final, só há uma solução política para o conflito. Queremos ver uma conferência de sucesso em Genebra", disse ele, referindo-se a uma proposta conjunta dos EUA e da Rússia para uma conferência de paz na cidade suíça. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
SíriaReino UnidoHague

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.