Haia espera poder julgar Milosevic em julho

O ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosevic poderá ser transferido para Haia em julho para ser julgado por crimes de guerra e contra a humanidade. Essa é a previsão da procuradora do Tribunal Penal Internacional (TPI) para a ex-Iugoslávia, Carla del Ponte. Ela disse que transferência do ex-presidente da prisão em Belgrado para Haia apenas espera a aprovação de uma nova legislação na Iugoslávia que permita que isso ocorra, e acrescentou acreditar que o presidente iugoslavo, Vojislav Kostunica, extraditará seu antecessor depois que o Parlamento permitir tal medida. A procuradora destacou que a estimativa é de que a nova legislação seja aprovada "até o fim de junho". O primeiro-ministro da Sérvia (principal república iugoslava), Zoran Djindjic, considerou "irreal" a possibilidade de que Milosevic seja extraditado antes de uma conferência internacional de arrecadação de fundos para a Iugoslávia, marcada para 29 de junho, mas confirmou que deverá ser apresentado ainda em junho ao Parlamento o projeto de cooperação com o TPI.Leia mais no site do Estado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.