Haiti decide até quando Exército brasileiro fica, diz Lula

O Brasil vai continuar no Haiti, enquanto o governo daquele país entenda que seja necessário, disse hoje o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no seu programa semanal de rádio, o Café com o Presidente. Ele explicou ainda que as forças brasileiras estão subordinadas à orientação da ONU. "Quando eles disserem: ´Não queremos mais. Nós, com a consciência tranqüila, retornaremos ao Brasil com a certeza do dever cumprido´". Lula lembrou que o presidente Préval, que acabou de ser eleito, passou na última semana pelo Brasil. "Teve conversa com várias pessoas aqui e viajou quatro horas e meia comigo no avião. Nós fomos conversando até o Chile, discutindo a situação do Haiti, no que o Brasil pode ajudar. Ele me disse textualmente que as tropas que estão lá, representando as Nações Unidas, só deveriam sair quando ele conseguir montar a estrutura policial do país".

Agencia Estado,

13 Março 2006 | 10h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.