Haiti estuda adiar eleição; Brasil joga no dia

As eleições haitianas municipais e locais, marcadas pelo Conselho Eleitoral Provisório (CEP) para o dia 18 de junho, podem ser adiadas, pois a data coincide com uma partida da seleção brasileira contra o time australiano na Copa do Mundo da Alemanha. A informação é do site Haiti Press Network.O CEP, encarregado da organização do pleito, não descarta a possibilidade de adiamento por temer que os eleitores não compareçam às urnas para acompanhar o jogo da seleção."O povo haitiano ama muito o futebol e as pessoas estão dizendo que os cidadãos e cidadãs não sairão para votar no dia 18 de junho. Este fator não pode ser descartado", afirmou o secretário geral da instituição, Rosemond Pradel, em entrevista à agência de notícias Alter Presse."Não vamos nos fixar no 18 de junho. Se for preciso escolher uma nova data em função desse fator, nós o faremos", acrescentou.Pentacampeão do mundo, o Brasil, que detém o comando militar da missão da ONU no Haiti, conta com muitos fãs de seu futebol no país caribenho.A única participação do Haiti em uma fase final da Copa do Mundo foi há 32 anos. Este ano o país não terá seleção no torneio e a seleção brasileira é agora o time do coração dos haitianos.O CEP deve publicar os resultados definitivos do segundo turno das eleições legislativas no dia 5 de maio e o Parlamento deve iniciar suas atividades no dia 8. O orçamento para a realização do pleito é de US$ 13 milhões, segundo Pradel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.