Haiti faz cerimônia para marcar terremoto de 2010

O presidente do Haiti, Michel Martelly, presidiu neste sábado uma cerimônia simples para marcar o terceiro aniversário do terremoto que devastou o país caribenho.

Agência Estado

12 de janeiro de 2013 | 16h37

A cerimônia foi realizada onde o Palácio Nacional estava localizado antes de ter desabado com o tremor. Vários altos funcionários do governo e diplomatas vestidos de preto participaram do evento.

O desastre natural matou centenas de milhares de pessoas e deixou mais de 1 milhão sem moradia. A reconstrução do país tem sido lenta em razão da paralisia política, a escala da devastação e pouca ajuda.

Nos dois últimos anos, a data de 12 de janeiro foi considerada como um feriado nacional para lembrar o terremoto. Neste ano, o governo disse que o dia não será mais feriado, mas pediu que a bandeira haitiana fosse estendida a meio mastro e o fechamento de discotecas. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.