Haiti finalmente tem um novo governo

O Parlamento haitianofinalmente aprovou nesta sexta-feira a posse de um novogoverno, substituindo o gabinete que caiu em abril por causados violentos protestos populares contra o alto preço dosalimentos na empobrecida nação caribenha. Inicialmente, apenas 15 senadores votaram na noite dequinta-feira a favor da plataforma proposta pelo recém-indicadopremiê Michele Pierre-Louis. Houve duas abstenções. Para serconfirmado, o economista precisaria de 16 votos no Senado. A base governista então solicitou a suspensão da sessão atéo meio da madrugada, para convencer o senador JosephPierre-Louis, que havia se abstido, a mudar o voto. A sessão eas votações foram transmitidas, madrugada adentro, por rádio eTV. Há cinco meses, o premiê Jacques Edouard Alexis foidestituído pelo Congresso por não ter conseguido controlar opreço dos alimentos nem os protestos subsequentes, queprovocaram pelo menos sete mortes. A miséria no Haiti, que já é o país mais pobre dasAméricas, se agravou nas últimas semanas devido à passagem detrês furacões e tempestades tropicais, que deixaram mais de 200mortos. Antes de aceitar Pierre-Louis, o Parlamento havia rejeitadoduas indicações do presidente René Préval ao cargo deprimeiro-ministro. O novo premiê, diretor de uma ONGeducacional e de mobilização feminina, teve de se submeter asabatinas na Câmara e no Senado, um processo que levou váriassemanas devido a disputas políticas e por cargos no novogoverno. Pierre-Louis disse que suas prioridades serão a produção dealimentos, a criação de empregos, a segurança e oestabelecimento de um ambiente favorável a investimentosnacionais e externos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.