Haitiano torturado em Nova York pode receber US$ 9 milhões

O processo apresentado pelo imigrante haitiano Abner Louima, torturado no banheiro da polícia municipal, poderia ser resolvido mediante o pagamento de uma indenização de US$ 9 milhões, disseram fontes à Associated Press. Os advogados da Prefeitura de Nova York, da polícia e de Louima negaram-se a falar da tentativa de acordo, em respeito a uma ordem judicial. Mas confirmaram que as partes planejam reunir-se com um juiz federal no Brooklin durante a tarde de quarta-feira, com a possibilidade de fechar o acordo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.