Haitianos se abastecem de alimentos na República Dominicana

O Exército dominicano reforçou nasegunda-feira o controle da fronteira com o Haiti, mas a medidanão impediu que centenas de habitantes do país vizinhocruzassem a fronteira e chegassem até o vilarejo de Dajabonpara se abastecer de alimentos, informaram nesta terça-feiraautoridades locais. Durante a feira de comércio nacional que acontece nacomunidade dominicana de Dajabon, a aproximadamente 280quilômetros de Santo Domingo, uma multidão de haitianosapareceu para comprar alimentos, embora estivesse sendo vigiadapor um forte cordão militar. Produtos como arroz, feijão, farinha, azeite, açúcar, sal,produtos agrícolas e enlatados foram adquiridos em grandesquantidades por haitianos. O Haiti é atualmente cenário de violentos distúrbios pelaalta nos preços dos alimentos. As manifestações provocaraminclusive a saída do primeiro-ministro Jacques Edouard,evidenciando a instabilidade em um país caracterizado porcrises políticas e sociais. "Desde cedo na manhã os haitianos cruzaram a fronteira paracomprar e horas depois podiam ser observados voltando ao seuterritório carregados de produtos alimentícios", disse FabioAlmonte, um comerciante dominicano que costuma participar dafeira comercial. O cônsul haitiano em Dajabon, Jean Baptiste Bien-Aimée,admitiu que em seu país os preços dos artigos de primeiranecessidade se elevaram e que o povo tem o direito deprotestar, mas de maneira pacífica. Entretanto, o diplomata disse que grupos de pessoascontrárias ao presidente haitiano, Rene Preval, se infiltraramnas manifestações do povo para desestabilizar o governo eresolver problemas pessoais. O chanceller dominicano, Morales Troncoso, afirmou que ogoverno dominicano deseja a rápida recomposição do Haiti depoisda saída do primeiro-ministro. "Estamos em contato com a nossa missão diplomática no Haitie com o governo haitiano, esperamos que surja um governo embreve", afirmou o chanceller dominicano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.