Halutz: cada ataque em Haifa custará dez casas em Beirute

O comandante do Exército israelense, o tenente general Dan Halutz, afirmou que para cada ataque com foguetes que o grupo xiita libanês Hezbollah cometer contra a cidade israelense de Haifa, serão destruídas dez casas no sul de Beirute, informa a edição eletrônica do jornal "Ha´aretz".Nas últimas 24 horas, a força aérea israelense atacou 270 alvos em território libanês, entre eles 35 veículos, 21 lança-foguetes e mais de 50 instalações e postos de comando e comunicações do Hezbollah, indicaram fontes militares.Além disso, em declarações em um centro de recrutamento, Halutz disse nesta segunda-feira que o Exército dispõe de provas fotográficas sobre a capacidade do Hezbollah para lançar um míssil contra a região central de Israel, onde se encontra Tel Aviv e outros núcleos urbanos densamente povoados."A ofensiva no Líbano não continuará para sempre", afirmou Halutz, que não se mostrou partidário de uma operação terrestre em grande escala no país árabe, mas ressaltou que "é o poder Executivo que possui a última palavra"."Os críticos das operações militares têm menos paciência que o povo, que agüenta os ataques do Hezbollah nos refúgios há 12 dias", disse o comandante do Exército israelense. As Forças Armadas "nunca disseram que poderiam destruir a curto prazo todos os foguetes Katyusha, porque isto é impossível", afirmou.

Agencia Estado,

24 de julho de 2006 | 06h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.