Hamas admite ter sequestrado adolescentes israelenses

Um graduado líder do Hamas disse que o grupo está por trás do sequestro e morte de três adolescentes israelenses na Cisjordânia em junho. Trata-se da primeira vez em que um integrante do grupo militante faz tal afirmação. O sequestro dos jovens está na origem da atual guerra na Faixa de Gaza.

Estadão Conteúdo

21 de agosto de 2014 | 15h06

Salah Arouri disse, durante uma conferência na Turquia na quarta-feira, que o Hamas realizou os sequestros com o objetivo mais amplo de dar início a uma nova rebelião palestina. "Foi uma operação dos jovens irmãos das Brigadas al-Qassam", disse ele, referindo-se ao braço militar do Hamas.

O grupo elogiou várias vezes os sequestros, mas Arouri, líder exilado do Hamas na Cisjordânia, é o primeiro membro do Hamas a assumir a responsabilidade pelo que aconteceu com os adolescentes.

Os sequestros deram início a uma repressão contra os palestinos que levaram a uma série de eventos que, por sua vez, culminaram na guerra travada atualmente. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelGazaHamassequestroadolescentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.