Hamas apresenta neste domingo governo a Abbas

O futuro primeiro-ministro palestino, Ismail Haniyeh, do grupo islâmico Hamas, anunciou neste sábado que completou a formação de seu gabinete e está confiante em que o presidente da Autoridade Palestina (AP), Mahmud Abbas, lhe dará seu aval. Os dois devem reunir-se neste domingo na Cidade de Gaza, mas assessores de Abbas já indicaram que ele não imporá obstáculos a Haniyeh. Em entrevista coletiva em Gaza, Haniyeh anunciou a pretensão de se reunir com Abbas o mais rápido possível para apresentar a lista de ministros que, de acordo com diferentes porta-vozes, será formada exclusivamente por islâmicos e tecnocratas. Os ministérios mais importantes, como os de Relações Exteriores, Interior e Finanças, ficaram nas mãos do Hamas. Haniyeh afirmou que ainda aguarda a resposta de vários grupos políticos ao seu convite para se juntarem ao governo, entre eles a Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP), que, segundo o porta-voz do Hamas, Salah Al-Bardawil, aceitou a proposta, embora ainda não tenha negociado o acordo de coalizão. Haniyeh, que não deu nenhuma pista sobre a identidade dos ministros, mas reafirmou seu compromisso de colaborar com a Presidência da ANP. Oportunidade Nabil Abu Rudaina, porta-voz do presidente palestino, afirmou em Ramala que Abbas "não impedirá o Hamas de formar seu governo, porque é preciso dar-lhe essa oportunidade". O porta-voz do grupo parlamentar do Fatah, Azzam Al-Ahmed, afirmou que, depois que o governo tomar posse, Abbas o pressionará para que adapte seus planos à realidade da região.

Agencia Estado,

18 Março 2006 | 15h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.