Hamas detém 15 líderes do Fatah na Faixa de Gaza

Forças do governo liderado pelo grupo islâmico Hamas na Faixa de Gaza detiveram hoje 15 líderes da facção laica Fatah, aumentando a tensão entre os dois grupos em uma semana de detenções mútuas entre as duas organizações rivais. Seguidores do Fatah disseram, sob condição de anonimato, que forças de segurança do Hamas prenderam 15 integrantes do alto escalão do grupo em operações realizadas hoje.Entre os detidos estão três administradores regionais filiados ao Fatah e os dois principais representantes do presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmud Abbas, em Gaza, disseram as fontes. Abdullah Abdullah, um deputado do Fatah na Cisjordânia, denunciou as prisões como "uma tentativa de perpetuar a divisão" entre os palestinos.Sami Abu Zuhri, porta-voz do Hamas, confirmou que houve prisões em retaliação à captura de "líderes políticos do Hamas" na Cisjordânia por forças do Fatah. No entanto, Abu Zuhri não disse quantas pessoas foram presas nem revelou a identidade dos opositores detidos.A rivalidade entre o Hamas e o Fatah culminou, em junho do ano passado, na tomada do controle total de Gaza por parte do grupo islâmico. A influência do Fatah em Gaza foi amplamente reduzida desde então e o grupo detém atualmente o controle apenas da Cisjordânia.A nova onda de detenções mútuas foi desencadeada por uma misteriosa explosão ocorrida na última sexta-feira em Gaza. Cinco integrantes do Hamas e uma menina de seis anos morreram na explosão. O Hamas atribuiu o incidente ao Fatah e começou a prender militantes do grupo. A facção laica negou envolvimento e passou a prender ativistas do Hamas na Cisjordânia em retaliação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.