Hamas e Jihad não querem eleições impostas pelos EUA

Os movimentos fundamentalistas Hamas e Jihad Islâmica pronunciaram-se, nesta quarta-feira, contrários às eleições nos territórios palestinos sob pressão dos Estados Unidos."As eleições são uma resposta precipitada às pressões norte-americanas", disse Mohammed Hindi, responsável político da Jihad Islâmica à imprensa internacional.As declarações foram feitas após o anúncio do ministro palestino Saeb Erekat de que eleições presidenciais e legislativas serão realizadas em janeiro.Grandes Acontecimentos InternacionaisESPECIAL ORIENTE MÉDIO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.