Mohammed Salem/Reuters
Mohammed Salem/Reuters

Hamas faz alerta contra possível aumento da hostilidade a Israel

Na madrugada deste sábado, país bombardeou 'centro de treinamento de terroristas' em Gaza

AP

25 de dezembro de 2010 | 11h59

GAZA - O grupo militante Hamas alerta que vai aumentar a hostilidade contra Israel se as tensões ao longo da Faixa de Gaza não diminuírem.

Na madrugada deste sábado, 25, Israel bombardeou o que os militares disseram ser um "centro de treinamento de terroristas" e um túnel de contrabando de armas em Gaza. O Hamas informou que ninguém ficou ferido nos ataques.

O porta-voz do Hamas, Abu Obeida, disse neste sábado, 25, que o grupo Deve responder de forma agressiva aos ataques. Segundo ele, Israel está "brincando com fogo".

Um recente atentado na fronteira ameaçou a aparente calma mantida desde a incursão militar de Israel em Gaza, há quase há dois anos, que buscava interromper os disparos de foguetes palestinos.

Na última sexta-feira, militantes de Gaza dispararam 30 foguetes contra o sul de Israel, ferindo levemente uma adolescente de 15 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
HamasIsraelFaixa de Gaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.